palavras do Guruji

Dani na estrada

viagens pelo mundo afora e pelo universo dentro de mim.



"Você não precisa viajar a um lugar remoto para buscar a liberdade; ela habita seu corpo, seu coração, sua mente, sua Alma. A emancipação iluminada, a liberdade, a pura e imaculada felicidade estão a sua espera, mas você precisa escolher embarcar na jornada interior para descobri-las."
B.K.S. Iyengar em Luz na Vida

15 de fevereiro de 2016

Posturas invertidas e gravidez

Durante a gravidez, as posturas invertidas são especialmente benéficas para a saúde física e mental da gestante


As invertidas aliviam algumas das reclamações frequentes durante a gestação, como cansaço, desanimo e sensação de sobrepeso. Essas posturas trazem harmonia pros sistemas circulatório, nervoso e respiratório. Também ajudam a manter o equilíbrio hormonal e a regular a pressão arterial e a circulação, o que previne o surgimento de varizes, que é muito comum durante a gravidez.

A pratica das inversões durante a gravidez faz aumentar o funcionamento das glândulas e supre os nervos com energia. Essas posturas ajudam a manter o sangue fluindo para o cérebro sem pressão nas artérias e é por isso que nos sentimos revigoradas e ao mesmo tempo serenas depois de praticá-las.

Para algumas gestantes, principalmente as praticantes iniciantes, as inversões podem parecer assustadoras, principalmente as clássicas invertidas sobre a cabeça ou ombros (Sālamba Śīrṣāsana e Sālamba Sarvāṅgāsana), por isso o recomendado é praticar somente as posturas já conhecidas antes da gravidez. Este não é o momento de praticar pela 1ª vez ou aprender posturas desafiadoras. O melhor é continuar praticando as invertidas já conhecidas, com acessórios e adaptações para cada estágio da gravidez. Algumas variações de posturas clássicas que fazem parte do grupo das invertidas, como Viparīta Daṇḍāsana e Setubhanda Sarvāṅgāsana, também são extremamente benéficas.

Para as praticantes iniciantes, as mais indicadas são Viparīta Karaṇi, Viparīta Daṇḍāsana e Setubhanda Sarvāṅgāsana com o suporte dos acessórios adequados (cadeiras e bancos) e Sālamba Sarvāṅgāsana na cadeira com adaptações, e, o mais importante, sempre com o acompanhamento de um professor qualificado.

Independentemente do tempo e nível de pratica da gestante, a respiração vai indicar até quando continuar praticando uma certa invertida. Quando a postura faz com que a respiração fique pesada, ofegante ou trabalhosa é tempo de parar.

Posturas invertidas mais desafiadoras, como Adho Mukha Vṛkṣāsana, Piñca Mayūrāsana e Sālamba Śīrṣāsana podem, e devem, ser praticadas com as devidas modificações e com a ajuda de um assistente, por gestantes que já tenham mais experiência com yoga.

Segundo Rita Keller, professora Sênior com vasta experiência em yoga para gestantes, autora do excelente livro “Iyengar Yoga for Motherhood” (ainda sem tradução em português), até o sétimo mês é possível fazer todas as inversões sem sentir nenhuma mudança no padrão respiratório. Em tradução livre do livro, Rita Keller recomenda às praticantes iniciantes que “depois disso, apesar de que a época exata de parar dependa do tamanho de sua barriga e de sua constituição física, você deve ir parando os āsanas na seguinte ordem: Halāsana; Sarvāṅgāsana, Śīrṣāsana, Viparīta Daṇḍāsana, Setubhanda Sarvāṅgāsana e Viparīta Karaṇi. (...) Setubhanda Sarvāṅgāsana  e Viparīta Karaṇi podem permanecer confortáveis até o fim de sua gravidez, até o dia de dar à luz.”

Sālamba Śīrṣāsana:

Ao entrar no 3º trimestre, senti que já não conseguia fazer Śīrṣāsana no meio da sala com o correto alinhamento. Por isso, comecei a praticar contra a parede. Desta forma, com os calcanhares na parede, consigo manter minha coluna lombar longa e o topo das nádegas elevadas ao levar minhas pernas para trás. O uso da cadeira para entrar na postura é fundamental tanto na variação no meio da sala (independente) ou contra a parede (fotos abaixo).







Sālamba Sarvāṅgāsana:


Costumo entrar em Sālamba Sarvāṅgāsana “caminhando” com meus pés na parede (foto menor). Sinto bastante conforto na postura e uma leveza enorme no abdome, também sinto que o neném fica muito feliz com espaço suficiente para mover-se livremente.

Essa variação só é recomendada para praticantes experientes. Caso contrário, faça a variação na cadeira com o auxilio de seu professor.





Adho Mukha Vṛkṣāsana:

Fazer Adho Mukha Vṛkṣāsana só se você já praticava essa postura com regularidade antes da gravidez e com a ajuda de um assistente para subir suas pernas. Por causa dos quilos a mais da gestação, minha permanência na postura diminuiu muito.



Obs. Aqui na Shala Rosa Iyengar Yoga, as alunas gestantes praticam junto com os demais alunos nas aulas regulares (cheque o link Horários no site www.shalarosa.com.br). Fazemos adaptações nas posturas de acordo com a fase da gestação e em alguns momentos escolhemos āsanas diferentes dos praticados pelos demais.


3 de fevereiro de 2016

17 motivos para praticar yoga

Om (imagem gratuita do site Pixabay)


Já postei aqui diversas vezes, motivos pelos quais devemos começar a praticar yoga e manter nossa pratica constante. Geralmente são posts do começo do ano para lembrar os praticantes dos inúmeros benefícios da pratica de yoga. 
Desta vez, selecionei 17 citações inspiradoras de B.K.S. Iyengar. Escolha as que tocam seu coração, guarde-as como mantras pessoais e continue sua prática com dedicação e constância. Os frutos são incontáveis e devem ser experimentados!

"Yoga não só muda como vemos as coisas, mas transforma a pessoa que as vê."

"Yoga é uma luz, que uma vez acessa, nunca apagará. Quanto melhor sua prática, mais brilhante será a chama."

"Mudanças levam a decepção se não são mantidas. Transformação é mudança sustentada e é alcançada através da pratica."

"Vida significa viver. Problemas sempre surgirão. Quando isso acontecer, navegue através deles com yoga — não descanse."

"Seu corpo existe no passado e sua mente, no futuro. No yoga, corpo e mente se unem no presente."

"Seu corpo é a criança da alma. Você precisa nutrir e treinar essa criança."
"Yoga é a chave dourada que destranca a porta para a paz, tranquilidade e alegria."
"Palavras não podem transmitir o valor do yoga — yoga deve ser experimentado."
"Saúde é o estado de completa harmonia do corpo, mente e espírito. Quando se está livre de deficiências físicas e de distrações mentais, os portões da alma se abrem."
"Foque em manter sua coluna vertebral ereta. É a função da coluna manter o cérebro alerta."
"Yoga nos ensina a curar o que não precisa ser suportado e a suportar o que não pode ser curado."
"Não é preciso buscar liberdade em uma terra distante: ela existe em seu próprio corpo, coração, mente e alma."
"Ação é movimento com inteligência. O mundo é repleto de movimento. O que o mundo precisa é mais movimento consciente, mais ação."
“Ao levarmos nossos sentidos de percepção para dentro, somos capazes de experimentar o controle, o silêncio e a quietude da mente.”

“Como você pode conhecer Deus se não conhece seu dedão do pé?”

“É através do alinhamento do corpo que descubri o alinhamento da minha mente, do meu ser e da minha inteligência.”

“É através do seu corpo que você se dá conta que é uma fagulha divina.”