palavras do Guruji

Dani na estrada

viagens pelo mundo afora e pelo universo dentro de mim.



"Você não precisa viajar a um lugar remoto para buscar a liberdade; ela habita seu corpo, seu coração, sua mente, sua Alma. A emancipação iluminada, a liberdade, a pura e imaculada felicidade estão a sua espera, mas você precisa escolher embarcar na jornada interior para descobri-las."
B.K.S. Iyengar em Luz na Vida

30 de setembro de 2015

Āsana de setembro: Baddha Koṇāsana

 3 vezes Baddha Koāsana


Baddha significa pego, agarrado, contido.

Koa significa ângulo.

Neste āsana, classificado no “Light on Yoga” com grau de intensidade 3, sentamos no chão, aproximamos os calcanhares do períneo, pegamos os pés com as mãos e alargamos as coxas até ambos os joelhos tocarem o chão.
É a postura dos sapateiros tradicionais da Índia.





 Baddha Koṇāsana: postura sentada e, com cabeça para baixo. Na flexão a frente, pressione as coxas com os cotovelos; primeiro leve a testa no chão e depois o queixo

Dicas para uma pratica segura

No começo é muito difícil repousar os joelhos no chão por causa de tensão e falta de alongamento das virilhas. Os joelhos não devem ser forçados para baixo, em vez disso, as virilhas devem alongar-se em direção aos joelhos. 
Para quem é pesado na região das nádegas e abdome ou para as praticantes com problemas menstruais, um cobertor deve ser usado como suporte para os ísquios, assim podem sentar-se eretos com o abdome erguido. É possível também sentar-se com as costas contra uma parede.
A variação de flexão a frente não deve ser praticada a menos que a sentada seja aperfeiçoada primeiro.


Efeitos da postura

Uma preciosidade tanto para homens quanto para mulheres!

A postura é especialmente recomendada para quem sofre de problemas urinários. A pratica regular de Baddha Koāsana ajuda a manter os rins, a próstata e a bexiga saudáveis.
De acordo com BKS Iyengar em “Light on Yoga”: “é bem sabido que doenças no trato urinário são raramente encontradas entre os sapateiros indianos e a razão disso é que eles permanecem sentados por todo o dia nesta postura”. Pelo menos o faziam em 1966, quando Guruji Iyengar publicou a 1ª edição do livro.
O āsana ajuda a aliviar dores no nervo ciático e previne hérnia. Se praticado com regularidade, alivia dores e sensação de peso nos testículos.
Além de ser espetacular para os homens, Baddha Koāsana é uma benção para as mulheres. A postura, praticada conjuntamente com Sālamba Sarvāgāsana e seu ciclo, regulariza ciclos menstruais irregulares e ajuda os ovários a funcionarem apropriadamente.
Grávidas que sentam-se todos os dias em Baddha Koāsana por alguns minutos sentirão muito menos dores no parto e não sofrerão com varizes.
A postura pode ser feita sem restrições mesmo depois das refeições, desde que a cabeça não esteja para baixo apoiada no chão. A variação deitada da postura chamada Supta Baddha Koāsana (foto abaixo) é altamente digestiva. Quando não há tempo suficiente para a digestão antes de uma pratica de āsanas, recomenda-se inicia-la com alguns minutos na variação de Supta Baddha Koāsana com apoio de um almofadão para as costas e de um cinto para manter os calcanhares próximos do períneo. Essa variação também é recomendada às mulheres durante o período menstrual e gravidez.



Supta Baddha Koṇāsana: variação deitada segurando os tornozelos com as mãos