palavras do Guruji

Dani na estrada

viagens pelo mundo afora e pelo universo dentro de mim.



"Você não precisa viajar a um lugar remoto para buscar a liberdade; ela habita seu corpo, seu coração, sua mente, sua Alma. A emancipação iluminada, a liberdade, a pura e imaculada felicidade estão a sua espera, mas você precisa escolher embarcar na jornada interior para descobri-las."
B.K.S. Iyengar em Luz na Vida

2 de março de 2011

Abrir o peito com Yoga Kurunta

Kurunti é uma marionete, um boneco feito de madeira. Com Yoga Kurunta aprendemos a manipular a nós mesmos em várias posturas de yoga suportados por cordas suspensas como se fossemos marionetes. Aqui o boneco e o animador são um só, que atua no seu próprio Show de Marionetes.
Fazer asanas com o suporte das cordas tem várias vantagens. Por causa dos movimentos das cordas, a espinha se torna flexível e até mesmo asanas difíceis podem ser feitos com facilidade e segurança. Nenhum alongamento excessivo é sentido e um senso de direção é desenvolvido através da prática regular.
Usamos também as kuruntas (cordas) para preparar o corpo para posturas mais avançadas, especialmente para abrir o peito e preparar coluna e ombros para as retroflexões (extensões da coluna para trás).
Nossas atividades diárias geralmente envolvem flexões pra frente (chamadas apenas de flexões). Elas alongam a parte posterior da coluna. Raramente “dobramos a coluna” no outro sentido. As retroflexões alongam a coluna em um movimento côncavo e são muito importantes, pois a extensão da coluna anterior faz com que o sangue se mova com mais liberdade. A abertura do peito nessas posturas energiza os pulmões e a respiração se torna profunda fazendo com que sangue oxigenado circule por todo o corpo.

Exemplos de retroflexões que podem ser feitas nas kuruntas:

Ustrasana: Postura do camelo.
Urdhva Mukha Svanasana: Cachorro olhando pra cima.
Purvottanasana: Alongamento intenso da parte anterior do corpo.
Bhujangasana: Serpente.

* fonte: “Yoga, a gem for women”, Geeta Iyengar.


Aqui a professora Cris Costa nos conduz em uma variação de Bhujangasana nas Kuruntas durante aulão no dia 19 de Fevereiro no Centro de Iyengar Yoga São Paulo.

Um comentário:

Unknown disse...

Olá Dani!
Não seria o caso de girar as palmas das mãos para baixo?
Parabéns pelo blog!